Como escolher um PDV móvel ideal para o varejo?

Como escolher um PDV móvel ideal para o varejo?

controle de despesas

Um bom sistema de PDV móvel que atenda às expectativas e necessidade de um negócio que atua no segmento do varejo deve cumprir alguns requisitos para ser uma solução efetivamente funcional e completa.

Alguns dos atributos são a

  • flexibilidade
  • a capacidade de escalar a operação e atendimento
  • a rapidez na captação e organização das informações – preferencialmente em tempo real
  • a facilidade de uso por parte de colaboradores, administradores e lojas associadas (no caso de redes e franquias)
  • ganhos concretos de eficiência e rentabilidade do negócio como um todo.

Por isso vamos detalhar melhor como esses atributos estão relacionados diretamente à característica que devem constar de um PDV móvel. Vamos a eles:

O PDV móvel deve dar liberdade total de movimento à operação

Sem restrições físicas ou de sistema, um bom PDV móvel deve funcionar plenamente em qualquer lugar e situação, tendo conexão fácil com a internet, além de armazenamento e processamento de informações em nuvem, o que faz com que o sistema tenha um dinamismo pleno e funcione a qualquer momento da mesma forma.

Funcionalidades fiscais e tributárias práticas

É fundamental para que a operação ande sem dores de cabeça no dia-a-dia que o PDV seja vinculado e integrado de forma prática, sem processos complicados, com os sistemas de emissão de Nota Fiscal locais e escritórios de contabilidade. Um PDV móvel deve oferecer essa eliminação de processos para o varejista, para que esse se preocupe realmente com as questões relacionadas diretamente à vendas, levando a um ganho de eficiência na operação.

Relatórios que deem visão completa do negócio

O PDV móvel deve auxiliar o varejo a entender o seu desempenho momentâneo, dar visibilidade máxima aos processos, entender onde há resultados insatisfatórios e oportunidades de evolução e gestão em tempo real de inventário e vendas. Os melhores sistemas móveis para ponto de venda ajudam o varejista a ter insights e informações valiosas para entender o que deve ser feito de forma rápida, caso precise ajustar algum ponto da operação ou caso veja que há oportunidades que podem ser melhor aproveitadas.

Facilidade de Uso

Um bom PDV móvel presume facilitar a operação do varejo. Logo, também precisa ser prático e fácil de usar por todas as pessoas que serão responsáveis pelo atendimento, seja um administrador ou um vendedor de loja.

Isso importa pois à medida em que um negócio é escalado, ou o varejo tenha um certo nível de rotatividade de colaboradores, se perde algum tempo para que equipes estejam aptas a operar um sistema novo. Dessa forma, um PDV móvel precisa ser prático e fácil de usar, sendo intuitivo em suas funcionalidades e ferramentas, pois somente assim a operação roda sem a necessidade de uma capacitação longa e custosa para a empresa.

Porém, a facilidade de uso é importante mesmo no dia-a-dia de quem já usa, pois com atualizações automáticas e novas funcionalidades, quem está na linha de frente do atendimento, se adapta naturalmente ao que o PDV móvel tem a oferecer, levando ao máximo proveito do sistema.

Integrações completas, mas simples

Outro ponto que deve ser ressaltado é que o PDV móvel precisa ter um alto grau de adaptabilidade às ferramentas e plataformas usadas pelo varejista. A integração com ERP´s, sistemas fiscais, contabilidade, financeiro, estoque, entre outros é primordial para que o PDV seja um aliado na excelência da operação.

É essencial que esse ponto seja considerado, pois o impacto de usar um PDV que não “conversa” bem com os outros sistemas da empresa, pode se tornar um grave problema de satisfação para o cliente, ao gerar mal entendidos sobre compras, trocas e devoluções, além de gerar custos desnecessários com o controle pouco confiável de informações essenciais. 

Custo-benefício adequado

Não adianta ter um ótimo PDV móvel, se este impacta negativamente no caixa de sua empresa. A ideia de usar um sistema como esse é justamente ter a possibilidade de otimizar seus recursos, sua rentabilidade e enxugar custos que podem ser eliminados.

Por isso, quando for escolher um PDV móvel, pense que ele deve ter todos os atributos necessários para atender a todas as necessidades que o negócio exige, mas que tenha um custo que seja marginal perto do volume financeiro que é movimentado mensalmente. Escolha um sistema que ofereça planos que se enquadrem ao orçamento disponível, sobretudo que dispensem um custo alto de capacitação e infraestrutura.

Dar mais inteligência ao negócio

O PDV não pode ser somente uma ferramenta que dá apoio à operação, mas também deve ser uma ferramenta de inteligência do negócio. Dito isto, bons sistemas móveis para ponto de venda indicam a você o resultado que cada produto traz efetivamente ao negócio, oferecendo informações como margem de lucro, oportunidade de ganho por produto, aviso de estoque mínimo, detalhamento amplo da movimento de entrada e saída de caixa – com vendas, trocas e outros -, etc.

Com isso, o PDV móvel não apenas te mostra o retrato atual do que acontece, mas dá um oportunidade de criar novos cenários com maior potencial de eficiência e rentabilidade.

Sistema concebido no conceito OmniChannel

Um PDV móvel concebido dentro do conceito OmniChannel, otimiza a operação do varejo exponencialmente por permitir vender de qualquer canal, seja online ou offline, com a mesma eficiência e simplicidade. Por ter uma arquitetura de integração pensada para todos os sistemas legados, o PDV móvel permite que o negócio adote apenas as funcionalidades que precisa, mas com a possibilidade de novas integrações.

Sistemas nativos no OmniChannel têm a grande vantagem de comportar soluções fiscais de fácil integração, liberando que sistemas ERP legados de atividades de emissão de nota,

Dessa forma você pode, sem a dor de mudar seus sistemas e ter que adaptar sua equipe a uma nova curva de aprendizado, deixar seus processos de venda fluírem para o mundo omnichannel. Assim, o varejo pode atuar no meio físico, e-commerce, marketplaces, quiosques e qualquer outro canal de venda permitindo a integração total de estoques, pedidos e processos.