Siga essas dicas para aumentar a receita recorrente

Trabalhar com assinaturas e receita recorrente é um desafio, afinal, o objetivo é sempre aumentar o número de assinaturas e melhorar os ganhos. Por isso, neste post, vamos dar dicas imperdíveis para aumentar suas receitas e lucrar muito mais com seu negócio por assinaturas!

O que é receita recorrente?

O modelo de receita recorrente se baseia na venda de um serviço ou produto pago com uma frequência pré-determinada, em geral, mensalmente. Trata-se de um sistema em que a empresa conta com uma base de assinantes que pague regularmente para usufruir de determinado serviço, oferecido durante o período contratado.

Como a duração do contrato é pré-fixada, há a garantia de que, durante a vigência, aquela receita será assegurada, assim, o gestor tem como prever de forma mais precisa a geração de receita mês a mês.

Isso proporciona uma visão mais apurada do cenário e a realização de um planejamento mais inteligente e alinhado à situação da empresa. Assim, a empresa consegue projetar seus lucros de maneira efetiva e administrar sua saúde financeira.

O segredo para manter a receita recorrente e o fluxo de caixa previsível é formar uma boa base de clientes fixos, o que garantirá certa estabilidade. Se você quiser entender melhor, já fizemos um post sobre economia de recorrência, clique aqui para conferir!

A seguir, saiba como aumentar sua receita recorrente com dicas práticas!

Dicas para aumentar sua receita recorrente

Preze pelo atendimento ao cliente

Para aumentar seus ganhos, é fundamental oferecer o máximo de informações possíveis aos clientes e prospects. Exiba boas imagens e forneça todos os mínimos detalhes sobre produtos ou serviços. Também é importante estar presente em vários canais, como os aplicativos de comunicação instantânea e chat online, para que o cliente possa tirar dúvidas ou pedir ajuda a qualquer momento. 

Invista em pesquisa de mercado

Os gestores precisam ficar atentos a qualquer sinal de aumento da taxa de churn, pois isso pode ser um indício de que os consumidores estão migrando para a concorrência por alguma razão. Por isso, é fundamental investir em pesquisa de mercado. 

Estude de perto os principais concorrentes, observe seus preços e diferenciais e avalie de que maneira sua empresa pode melhorar para competir com eles. Só não deixe para fazer isso quando já for tarde demais! 

Forneça benefícios para retorno

O preço é um grande diferencial para que o consumidor escolha seu produto ou serviço, e oferecer benefícios exclusivos a quem já foi cliente é uma ótima dica para fazê-los voltar a consumir. Uma boa maneira de fidelizar clientes que já contrataram seu serviço ou adquiriram seu produto antes é fornecer benefícios exclusivos, como cupons de desconto, para estimular o retorno. 

Cobre de maneira inteligente

Já que estamos falando em preço, é importante informar um orçamento detalhado, de acordo com o serviço contratado e as necessidades do possível cliente. Para que ele seja justo e realista, é preciso colocar no papel a quantidade exata de trabalho necessário, contabilizando tanto os custos fixos e variáveis quanto as horas de trabalho dos profissionais envolvidos. Não adianta cobrar muito barato para não perder o cliente mas, em contrapartida, ficar no prejuízo. 

Aposte na facilidade do pagamento

Agora, não adianta praticar um preço competitivo se as condições de pagamento forem ruins! Por isso, o ideal é tornar tudo o mais acessível possível. Automatize as cobranças para que o cliente não tenha que se preocupar em ir ao banco, e ofereça diversos meios de pagamento, como cartão de débito ou de crédito, boleto online ou serviços como PayPal e PagSeguro, por exemplo.

Se você dificultar o processo, o impacto pode ser muito negativo, levando à perda de receita. Portanto, aposte na simplicidade. 

 Acompanhe os resultados de perto

Por fim, precisamos frisar que de nada adianta seguir todas as dicas acima se você não mensurar e analisar seus resultados regularmente.

É preciso escolher os indicadores mais relevantes (como o churn rate, o custo de aquisição de cliente, a taxa de crescimento, a receita recorrente mensal e o lifetime value) e acompanhá-los de perto. Assim, será mais fácil verificar quais pontos podem ser aprimorados e que ações estão sendo mais efetivas. Isso sem dúvida se refletirá em mais receita para seus negócios. 

Esperamos que este post tenha ajudado e que você feche mais vendas com as nossas dicas! 

Nexaas Soluções