Ticket médio – O que essa métrica tem a ver com a evolução da sua empresa?

11/07/18
3 min de leitura

Conhecer o valor do ticket médio da empresa é fundamental para efetuar um bom planejamento de vendas visando a maiores lucros, e também para conseguir investimentos que viabilizem o crescimento da empresa. Mas, infelizmente, alguns gestores acabam negligenciando um pouco essa importante métrica. 

Nesse post, vamos explicar a importância do ticket médio e mostrar como calculá-lo corretamente.

O que é o ticket médio?

O ticket médio é uma métrica que que se refere ao valor médio que cada cliente gasta em sua loja. Essa média é calculada somando todas vendas realizadas em um determinado período, e dividindo esse valor pelo número de clientes que compraram na loja no mesmo período. 

Assim: 

Ticket Médio = Valor total das vendas / Número total de clientes pagantes

Para ilustrar, vamos supor que sua loja tenha vendido R$ 10.000 em determinado período, e que cem clientes tenham feito compras no período considerado. Pois bem, para obtermos o ticket médio basta dividir os R$ 10.000 totais pelo número de clientes que compraram na loja, no caso, cem. Pronto, acabamos de descobrir que o ticket médio da empresa nesse intervalo foi de R$100. 

Em que o ticket médio influencia no seu negócio?

Não adianta nada calcular o valor do ticket médio e não utilizar esse dado para melhorar as suas vendas. Essa métrica possibilita o acompanhamento do resultado de cada ação ou campanha realizada, funcionando como uma espécie de termômetro de que táticas dão mais resultado, ou seja, resultam em vendas maiores. Isso ajuda o gestor a garantir que as ações de comunicação e marketing sejam compensadas na hora da venda. 

Além disso, focar no aumento do ticket médio também pode ajudar a empresa a crescer, afinal, ele pode representar um faturamento mais alto, que viabilize maiores investimentos em divulgação ou em melhorias na estrutura do negócio. Dessa maneira, a loja passa a ser mais competitiva no mercado. 

O ticket médio tem um um alto impacto na lucratividade da loja, afinal, um valor médio alto de vendas acaba diluindo os custos envolvidos em cada venda. Daí a importância de monitorar frequentemente esses números e fazer de tudo para aumentá-lo. Mas como fazer isso? Vamos explicar a seguir. 

Como aumentar o ticket médio?

Muitas pessoas pensam que, para aumentar o ticket médio, é preciso aumentar os preços praticados na loja, mas isso não necessariamente é verdade. Existem inúmeras maneiras de melhorar essa métrica sem alterar os preços já praticados. 

Uma das formas clássicas é criar promoções visando a um aumento da quantia gasta na compra. Muitas lojas fazem isso oferecendo benefícios como frete grátis, cupons de desconto ou mesmo brindes em compras a partir de determinado valor. Também é interessante fazer campanhas do tipo “leve 3 e pague 2”, que sempre têm bons resultados!

Outra tática eficaz é criar ações promocionais para produtos complementares, ou seja,  oferecer descontos em itens relacionados ao que o cliente já está adquirindo. Você pode, por exemplo, montar kits promocionais com um valor mais atrativo. Isso vai fazê-lo perceber uma vantagem financeira e estimulá-lo a adquirir mais produtos para aproveitar a promoção, ajudando a aumentar o ticket. 

Você também pode simplesmente promover produtos que não estejam vendendo tão bem assim e dar descontos em cima deles. Nesse caso, não se esqueça de comunicar a promoção de uma maneira bem atrativa, para captar a atenção do cliente e persuadi-lo a aproveitar a oferta. Essa estratégia ainda conta com a vantagem extra de ajudar o estoque a girar, já que estimula a venda de produtos que podem não ter uma saída tão boa fora da promoção. 

Uma sugestão diferente, e também interessante, é diversificar a cartela de produtos oferecidos na loja. A variedade de opções ajuda não só a atrair o cliente e estimulá-lo a comprar, mas também a fidelizá-lo, afinal, ele sabe que naquela loja é possível encontrar todos os produtos de que precisa! Portanto, faça uma boa pesquisa para descobrir os interesses dos seus consumidores, reavalie sua linha de produtos e faça um levantamento dos itens que podem passar a ser comercializados. 

Você tem acompanhado o ticket médio de sua loja? Essa métrica está saudável? Esperamos que a resposta tenha sido “sim” para as duas perguntas. No próximo post, traremos outra dica imperdível para os seus negócios!