Funil tecnologico nas empresas

O funil tecnológico das empresas

10 de agosto de 2017, às 17:27

Estamos em meio a uma época integralmente tecnológica para empresas de qualquer porte e setor. Quem ainda não percebeu que o futuro está em sistemas inteligentes pode se considerar atrasado, pois a transformação digital já invadiu o cenário corporativo de uma forma permanente e com uma velocidade inimaginável.

Hoje, o trabalho em grande parte das companhias é apoiado por algum tipo de sistema, desde contabilidade até soluções de apoio à gestão estratégica. E é aqui que começa o problema: a escolha de um sistema que atenda cada setor individualmente, entretanto, que não conversam entre si.

A economia financeira é outro ponto para qualquer gestor prezar por sistemas integrados. A partir do momento em que há melhor administração de tempo com atividades automatizadas, os colaboradores dedicam sua energia à estratégia e não ao operacional. Há uma nova gama de produtos e sistemas no mercado, fazendo com que os custos de gestão diminuam e garantindo a assertividade das informações.

Manter diversos sistemas em uma empresa e não se preocupar com a integração entre eles pode afetar a eficiência da companhia na colocação destes para o mercado.

Por exemplo: nas empresas de e-commerce, se a loja online não estiver devidamente integrada aos demais sistemas internos e eles não conversarem entre si, as chances
de falha neste processo são infinitas.

Vivemos um momento de intensa concorrência e por isso focar na estratégia empresarial passa a ser questão de sobrevivência e ter sistemas integrados entre si pode significar um grande pilar de apoio à gestão.

É preciso criar uma cultura de eficiência na empresa. Ninguém gosta de desempenhar tarefas repetitivas, os profissionais buscam companhias em que seu tempo seja bem aproveitado. E isso vale para os agentes externos também, os bancos, o Fisco, os fornecedores, clientes, acionistas, todos tem acesso aos novos modelos de eficiência e se a empresa quiser participar desse mundo novo conectado, precisa escolher os produtos certos.

 

Artigo escrito por Jander Martins, CEO da Nexaas com mais de 25 anos de experiência no mercado de tecnologia, originalmente publicado no Diário de São Paulo em 8 de julho de 2017.

Curtiu esse conteúdo?

Compartilhe nas redes sociais. ;)

E assine nossa newsletter para receber muito mais conteúdo direto no seu e-mail.