MRR – Aprenda a calcular esse KPI e garanta a saúde financeira da sua empresa

4 de junho de 2018, às 14:36

O número de empresas que atuam no mercado de softwares como serviço (SaaS), com cobranças no modelo de assinatura, vem ganhando força. Nesse modelo, é extremamente importante acompanhar de perto os indicadores de performance que apontem se a empresa está ou não tendo bons resultados, afinal, um só cliente perdido pode representar um prejuízo enorme para a empresa. Um dos KPIs mais importantes para a análise da saúde financeira de qualquer empresa que atue no formato de cobranças recorrentes é o MRR. Mas você sabe, exatamente, do que se trata esse indicador? 

Não se preocupe: o post de hoje vai tirar todas as dúvidas sobre esse assunto!

O que é o MRR?

O MRR (Monthly Recurring Revenue), ou Receita Recorrente Mensal é uma métrica utilizada por empresas que atuam no modelo de assinatura recorrente, como aquelas do tipo SaaS, e serve para fazer uma estimativa do ganho mensal da empresa

Com o MRR, o gestor consegue controlar as novas inscrições, as renovações e até os possíveis cancelamentos de planos mais facilmente. 

Esse é um dos KPIs mais importantes para esse modelo de negócios porque ajuda a fornecer informações que proporcionem análises mais profundas e precisas do crescimento e dos ganhos futuros da empresa. 

Por que o MRR é tão importante para as empresas? 

O MRR é considerado um dos índices mais relevantes a se verificar em um negócio que opere no modelo de cobranças por assinatura, porque ele ajuda a fornecer informações importantes que diagnosticam o crescimento da empresa. Por meio desse KPI, consegue-se unir a gestão estratégia à gestão financeira.

O MRR é primordial para esse tipo de empresa porque consegue viabilizar mudanças de curto prazo, como, por exemplo, a opção do gestor por buscar mais expansão ou por diminuir o ritmo. É essa métrica que vai indicar a ele como gerenciar os negócios nos meses subsequentes, apontando se o momento é mais propício para buscar o crescimento ou se, ao contrário, é hora de desacelerar. 

Para os especialistas na área, uma empresa considerada saudável deve manter o crescimento do MRR em, no mínimo, 5% sobre o Churn Rate.

Como Calcular o MRR?

Há duas formas possíveis para realizar esse cálculo. A primeira maneira é calcular a partir do número de pagamentos recebidos por mês. Para isso, basta considerar a relação das assinaturas cujo vencimento é no mês seguinte, excluindo taxas de adesão, multas e outros valores variáveis. Nesse caso, a fórmula seria MRR = valor total recebido. Vale lembrar que pode ser que haja diferenças no valor da mensalidade de cada cliente, em função de cada um ter contratado um tipo de plano. 

Já a segunda maneira de se calcular o MRR é multiplicar o total de clientes ativos pelo valor mensal pago pelos contratos de assinatura recorrente. A fórmula, aqui, seria a seguinte: 

MRR= Média recebida x total de clientes na base

Além disso, para verificar o crescimento mensal, você precisará fazer outros cálculos, mês a mês. Assim, ficará sabendo exatamente o que melhorou ou piorou durante esse período.

O cálculo do MRR não apenas mostra a previsão da receita da empresa com base no número de contratos  ativos e em seus valores, mas também pode servir para avaliar outras métricas essenciais para empresas SaaS, como o CAC e o MRR Churn, por exemplo.

Falaremos dessas métricas nos próximos posts, então continue acompanhando nosso blog e mantenha a gestão financeira da sua empresa sob controle.

Curtiu esse conteúdo?

Compartilhe nas redes sociais. ;)

E assine nossa newsletter para receber muito mais conteúdo direto no seu e-mail.

Antes de ir, baixe esse ebook e

descubra como aumentar as vendas do seu e-commerce

Não se preocupe, suas informações estão seguras conosco.