Margem Bruta – Por que você precisa se preocupar com esse KPI?

18 de abril de 2018, às 15:00

Para que uma empresa se mantenha financeiramente saudável, é necessário que seu gestor saiba calcular adequadamente custos, preços e lucros, levando em consideração diversos fatores como, por exemplo, o da margem bruta

Um dos principais indicadores de gestão para empresas que prestam serviços recorrentes, como os escritórios de contabilidade, de auditoria e empresas SaaS, é a margem bruta.  Esse percentual se refere à rentabilidade de uma empresa, ou seja, a porcentagem de lucro da empresa após terem sido deduzidos os impostos e os custos fixos. Sem calcular corretamente sua margem de lucro, o gestor pode ter a impressão de que a empresa está lucrando, quando na verdade não está. 

Por que se preocupar com o percentual da margem bruta? 

Já deu para perceber que o cálculo da margem bruta está intrinsecamente conectado à lucratividade da empresa e, portanto, não pode ser negligenciado. Sabendo calcular e analisar a margem bruta, o gestor consegue ter uma visão mais realista do cenário, e isso proporciona uma avaliação mais consciente e analítica dos gastos que está tendo com os produtos. Ele pode perceber, por exemplo, que determinado produto têm uma margem bruta muito maior ou muito menor que a de outros, o que pode indicar a necessidade de mudar a sua estratégia. 

Além disso, o cálculo adequado da margem bruta também é essencial na hora de criar a estratégia de preços da empresa, uma vez que, se a margem bruta estiver baixa demais, a margem líquida será ainda menor, o que pode acabar acarretando em prejuízos financeiros para a empresa. 

Ao calcular o percentual da margem bruta, o gestor consegue identificar se manter determinado produto no portfólio da empresa, considerando seus custos, o lucro obtido com ele ou seu volume de vendas, é vantajoso para o negócio.

No entanto, nem sempre o ideal é priorizar somente aqueles produtos com margem bruta mais alta. Dependendo do contexto, do segmento e dos objetivos da empresa, pode ser que a prioridade do gestor seja ganhar em volume de vendas e, para isso, tenha que sacrificar um pouco a margem bruta. Nesse caso, é preciso entender qual é maior prioridade da empresa naquele momento, se uma quantidade maior de vendas, em que o lucro de cada venda seja menor ou, ao contrário, se uma quantidade menor de vendas, porém que sejam mais lucrativas. 

Em geral, empresas mais populares, aquelas que tenham acabado de chegar ao mercado ou que queiram abrir novos canais de venda costumam optar por uma margem bruta mais modesta e, em contrapartida, um volume maior de transações, enquanto empresas mais consolidadas no mercado e que tenham um nicho mais fechado podem dar preferência a trabalhar com menos vendas, com a margem maior. 

Como calcular a margem bruta?

Primeiramente, é preciso deixar claro que os investimentos com campanhas de marketing , assim como os custos de desenvolvimento de softwares e de investimento em tecnologia não entram no custo a ser considerado na hora de calcular a margem bruta. No que se refere aos impostos, saiba que impostos calculados diretamente sobre o faturamento devem ser incluídos na conta, enquanto os impostos que incidem sobre o lucro ficam de fora.

Para calcular a margem bruta, é preciso saber qual é o lucro bruto, ou seja, o lucro obtido após a dedução dos custos diretos dos produtos. A fórmula é a seguinte: margem bruta = (lucro bruto / receita total) x 100

Utilizar um software financeiro, como o MyFinance, ou softwares de gestão de faturamentos, como o Billimatic, pode facilitar muito a vida do gestor corporativo, pois são ferramentas que facilitam a tomada de decisões e entregam indicadores importantes para acompanhamento de performance dos negócios, otimizando a gestão. Quer saber mais? Entre em contato e descubra qual é a solução ideal para a sua empresa

Curtiu esse conteúdo?

Compartilhe nas redes sociais. ;)

E assine nossa newsletter para receber muito mais conteúdo direto no seu e-mail.

Antes de ir, baixe esse ebook e

descubra como aumentar as vendas do seu e-commerce

Não se preocupe, suas informações estão seguras conosco.