6 dicas para melhorar sua negociação com fornecedores

21 de agosto de 2017, às 17:20

Quando foi a última vez em que entrou em negociação com fornecedores? Essa é uma das mais eficientes formas de reduzir custos a fim de obter maiores lucros no seu negócio.

Tudo é negociável, mas você deve estar preparado antes de iniciar conversações, se quiser obter o melhor acordo possível. Pensando nisso, selecionamos 6 excelentes dicas para sua empresa. Boa leitura!

1. Deixe claro que sua empresa pode trazer muitos negócios aos fornecedores

Fornecedores são como quaisquer outros empresários: querem vender o máximo possível de produtos e apreciam clientes que os ajudam a atingir esse objetivo. Ao negociar, certifique-se de que você é alguém que lhes dará negócios repetidos e a longo prazo.

Se a sua empresa tem um histórico de transações, informe-os a quantidade de negócios que eles podem esperar de você com base nessas compras. Se, ao contrário, você está apenas começando, forneça-lhes um plano de projeções de vendas baseado em argumentos lógicos e pesquisas bem fundamentadas.

2. Fale com diferentes fornecedores

A fim de incentivar preços competitivos fale com, pelo menos, três fornecedores e deixe cada um deles saber que você está recebendo outros orçamentos. Explique que a empresa decidirá por aquele que disponibilizar a melhor oferta. Leve em consideração a qualidade, além do preço, ao considerar as propostas recebidas.

3. Sinalize a antecipação de depósitos

Os fornecedores certamente estão preocupados com suas contas a receber, assim como qualquer empresário. Portanto, outra maneira de garantir maiores descontos é oferecendo grandes depósitos.

Quando o fornecedor souber que receberá 50 a 60% do valor antecipadamente, você terá um maior poder de barganha e eles ficarão mais propensos a cederem nos preços.

4. Não aceite a primeira oferta

As regras que se aplicam em qualquer negociação empresarial são basicamente as mesmas ao lidar com fornecedores. A mais básica delas é nunca aceitar a primeira oferta. Em vez disso, emita uma contraproposta ou peça-lhes para voltar quando puderem apresentar algo melhor.

Você pode justificar isso com a quantidade de negócios que você está pronto para dar (como mencionado), o fato de que deseja uma parceria de longo prazo ou porque o preço original inclui serviços que sua empresa não pretende usar.

5. Considere transferir todo o seu negócio para um fornecedor único

Os empreendedores que encomendam muitos produtos tendem a “cair nas graças” dos fornecedores”. Frequentemente, conseguem obter descontos maiores e outras vantagens.

Se você tem trabalhado com diferentes fornecedores, considere transferir tudo para um só. Seja como for, antes de fazer a transição, entre em contato com o escolhido e assegure-se de conseguir benefícios claros em troca de todos os seus negócios.

6. Negocie mais do que somente preços

Se o seu interlocutor não concordar em baixar os preços, você ainda pode negociar outros elementos que o ajudam a gerenciar despesas.

Por exemplo, peça uma redução de seus adiantamentos, um desconto para compras a partir de determinadas quantidades, um transporte mais rápido sem custos adicionais ou melhorias na garantia (como comprimento ou abrangência).

Além disso, ao solicitar e receber prazos mais longos a partir da negociação com fornecedores, você pode melhorar seu fluxo de caixa.

Se você gostou das dicas do post, deixe seu comentário e compartilhe suas dúvidas e experiências sobre o assunto!

Curtiu esse conteúdo?

Compartilhe nas redes sociais. ;)

E assine nossa newsletter para receber muito mais conteúdo direto no seu e-mail.