4 despesas empresariais que comprometem o caixa

5 de outubro de 2017, às 16:51

Para manter um negócio em operação no mercado, são necessários funcionários qualificados, fornecedores que entreguem bons produtos ou serviços e o pagamento de inúmeras contas para manter a estrutura da empresa. Essas despesas empresariais são inevitáveis, pois são totalmente necessárias para que o negócio opere e obtenha lucros.

Existem, entretanto, muitos outros gastos que devem ser reduzidos ou até mesmo cortados da empresa, pois podem comprometer o caixa, prejudicar os lucros e não proporcionar benefícios.

Por isso, é muito importante que os gestores financeiros fiquem sempre por dentro dessas saídas, buscando entendê-las e reduzi-las sempre que necessário para potencializar os ganhos.

Para ajudá-lo, separamos neste post 4 despesas empresariais que comprometem o caixa e merecem atenção. Confira!

1. Despesas com viagens corporativas

A cada dia, as viagens a trabalho têm se tornado mais comuns nas empresas. Elas podem ter os mais diversos fins, como visitas aos clientes, treinamento em outras cidades ou até mesmo países, reuniões para negociação, entre outros.

Obviamente, coisas desse tipo são, muitas vezes, fundamentais para o crescimento da empresa. Mesmo assim, elas exigem muitos cuidados, principalmente no que diz respeito ao custo — passagens aéreas, aluguel de carro ou táxi para deslocamento, hotel e seguro de viagem, tudo isso custa muito da empresa e prejudica o caixa.

Por isso, os gestores devem apenas usar esse recurso ou direcionar os times quando for realmente necessário. Além disso, é imprescindível buscar sempre otimizar as viagens.

2. Conta telefônica

Uma das maiores despesas empresariais é a conta telefônica. Infelizmente, muitos funcionários não utilizam o telefone corporativo de forma correta, fazendo uso dos aparelhos em demasia e aumentando consideravelmente os gastos da empresa.

Por isso, para evitar gastos desnecessários que podem impactar o caixa do negócio, os gestores devem instruir os funcionários em relação a esse assunto. Outra solução é monitorar a utilização dos aparelhos telefônicos. Assim, torna-se possível reduzir os gastos da empresa no pagamento das contas.

3. Compras internacionais

Realizar a importação de materiais, insumos e até mesmo equipamentos é algo extremamente caro para a empresa. Com a alta do dólar, a enorme carga tributária do país e os valores elevados para realização do frete, a compra de itens no exterior é atualmente uma das maiores despesas empresariais.

A dica para evitar esses elevados gastos é tentar encontrar fornecedores e parceiros nacionais. Dessa forma, dá para reduzir consideravelmente os gastos e aliviar o caixa da empresa, permitindo investimentos maiores para o crescimento do negócio e o aumento dos lucros.

4. Mimos a clientes

Por último, não podíamos deixar de citar um gasto bastante comum para a empresa e que, muitas vezes, não proporciona ganhos para as empresas: os mimos aos clientes. Pagar almoços e jantares e enviar brindes e presentes aos clientes são medidas que devem ser feitas com muita sabedoria.

Presentinhos assim podem representar uma boa porcentagem do caixa da empresa, dinheiro que poderia ser aplicado para outras finalidades e proporcionar melhores ganhos. Por isso, todos os gestores devem pensar se é realmente necessário e se isso vai proporcionar resultados.

Agora que você já sabe quais são as principais despesas empresariais que comprometem o caixa do seu negócio, siga a nossa página no Facebook e fique por dentro das melhores dicas para a sua empresa!

Curtiu esse conteúdo?

Compartilhe nas redes sociais. ;)

E assine nossa newsletter para receber muito mais conteúdo direto no seu e-mail.